Imigrar para os Estados Unidos

Aqui vai a descricao da pagina mesmo que seja muito

Fernando



Conte sua historia. O leitor quer saber

Fernando Chagas

A opiniao do autor nem sempre reflete a opiniao da administracao do site. Voce como leitor eh inteiramente responsavel por ler, avaliar e julgar esta pagina por voce mesmo.


Possuo uma tia avó residente nos USA há 40 anos, hoje cidadã Américanae tudo mais que um cidadão deve e merecer ter.Em 1986, com o plano cruzado, eu como muitos Brasileiros que estudamos e batalhamos para ser e ter algo de mais confortável nesta vida, quase fui à falência.Foi nesta época que conhecí os USA,graças ao auxílio financeiros desta tia. E me encantei com tudo que ví e com as pessoas que conhecí.Claro que bastante diferente quanto ao temperamento,quando comparado com povos latinos. Mas de qualquer forma exelentes pessoas. Nasceu então a vontade de imigrar como eu dizia da forma menos ilegal possível ( se é que isto é possível! )Porém quando conversei com ela à respeito, o que ouví foi um estrondoso NÃO.E me espantei mais ainda quando ela colocava das dificuldades na América etc... Será que existe maior dificuldade que viver em um país sem a menor seriedade política e social como o Brasil ? enfim, conversando depois com outras pessoas que tinham parentes nos USAm,as mesmas me i nformaram que seus parentes, apesar de estarem em situação confortável, os desistimulavam de imigrar para a América.Será que isto é contagioso ? ou será porque dá status você viver em um país rico e civilizado e ter o resto da família em situação ruim ? Até hoje eu não conseguí achar resposta para isto. Já viajei outras vezês à América de pois de 1986 e cada vêz fico mais encantado comeste país.Já distribuí centenas de e-mails pela rede mundial de computadores, pedindo ajuda para arrumar trabalho pois da última vêz que ela ( minha tia ) veio ao Brasil, isto tem 3 mêses, ela disse que me ajudaria mas só se eu conseguisse chegar à América e arrumar o primeiro emprêgo sem a ajuda dela pois ela não se importa em me dar uma mão, mas não quer ser a responsável pela minha ida para a América. Esta é minha estória , claro que não é nada emocionante quanto outras recheadas de aventura, sofrimento e sucesso mas esta negativas de minha tia, contribuem cada dia mais para aumentar a tristesa e o desânimo de alguém como eu que vivo nesta terra chamada Brasil.

Mora em Rio de Janeiro - R.J. pais Brazil