Imigrar para os Estados Unidos

Aqui vai a descricao da pagina mesmo que seja muito

Historia do Leitor



Conte sua historia. O leitor quer saber

Leonora

Historia do Leitor

A opiniao do autor nem sempre reflete a opiniao da administracao do site. Voce como leitor eh inteiramente responsavel por ler, avaliar e julgar esta pagina por voce mesmo.

Ja a muito tempo tenho vontade de contar nao minha historia, mas a historia de brasileiros que vem para os EUA. Nao fiz isso a mais tempo, pois pensava, ou melhor dizendo, tenho certeza que muitos de voces nao me acreditariam.
Gracas a Deus eu nao tenho muito a reclamar da minha vida, pois ao vir pra ca, ja falava ingles fluentemente, estava noiva de um Américano, tinha casa, carro, enfim, tinha tudo a minha espera. A unica coisa que me pertubava era a saudade imensa que sentia da minha familia e dos meus amigos no Brasil. Sendo assim, meu objetivo aqui e de falar sobre a vida de brasileiros que se aventuraram a vir pra ca.
Estou aqui a quase 11 anos e tive muitas oportunidades de fazer amigos brasilieros. A maioria dessas pessoas vem pra ca com o sonho de que em pouco tempo sera possivel juntar uma graninha e voltar pro Brasil cheio da nota pra comprar uma casa, ou abrir um negocio, e ate mesmo ou dois.
Muita gente que conheco vendeu tudo que tinham no Brasil e aplicaram esse dinheiro em uma passagem aerea. Chegam aqui, com uns trocadinhos no bolso, sem falar uma palavra de ingles, sem perspectiva de trabalho certo, sem moradia e sem green card. Chegando aqui comecam a luta de sobrevivencia. Ao chegar no supermercado, nao sabem achar o que precisam comprar. Querem pedir ajudam e nao conseguem. Na hora de falar umas palavrinhas em ingles pra pedir ajuda, parecem que enguliram um sapo de tao gagos. Ai ficam doentes por causa do frio louco que enfrentam. Vao procurar um medico e depois de esperar 12 horas na fila do hospital publico vao pra casa mais doentes do que chegaram. Ai resolvem ir ao medico particular que os fazem esperar 1 hora pra serem atendidos. Logo apos a consulta vem a conta de U$50.00. Depois vao ate a farmacia comprar o remedio receitado e descobrem que vao custa-los no minimo US100.00. Mal sabiam eles antes de virem pros EUA que para viver aqui e preciso ter seguro de saude; caso contrario o
u vao gastar uma nota de medico e medicamentos ou morrem, pois hospitais particupares ou negarao servico.
Depois eles precisam comprar um carro, pois transporte publico e coisa rara. Apos desembolsarem no minimo uns U$2.500.00 numa lata velha, ficam sabendo que tem que ter seguro de carro. Ai dependendo da idade da pessoa, do tipo do automovel e do record da carteira de motorista o seguro vai de U$70.00 pra cima. Isso sendo um seguro barato. Ah, esqueci de dizer da dificuldade em conseguir a carteira de motorista, pois, pra consegui-la e necessario apresentar o social security number e e muito, mais muito dificil mesmo consegui-lo.
Ai depois de sairem da casa onde estao hospedados,vao procurar um lugarzinho pra morar. Ficam sabendo entao que podem alugar um sotao em New Jersey por uns U$700.00 ao mes. Ai vao comprar os moveis usados nas vendas de garagem (garage sales), e enchem suas casas com o lixo dos outros. Vao procurar um emprego e descobrem que vao fazer trabalho ilegal e por isso vao ter sorte se forem pagos U$5.00 por hora, sendo que tem que trabalhar todos os segundo dessas horas e podem ter 30 de descanco.
No final do mes tem que pagar o aluguel, o seguro de saude, o seguro do carro, as despesas do supermercado, luz, telefone, gasolina , etc e descobrem que o total dos U$5.00 ficou mais ou menos uns U$1000.00 ou U$1200.00 por mes de salario e acabou nao sobrando dinheiro algum. Ai eles tem que cortar alguma coisa na despesa e por final o que se vai e sempre o seguro de saude. Entao eles comecam a rezar pra que nunca fiquem doentes ou pra que nunca sofram um acidente.
Ai depois disso tudo sentem saudade do Brasil e descobrem que passaram aqui anos e anos e nao conseguiram juntar um tostao se quer. Isso depois de uma vida de cao, fazendo faixina, carregando carga, recebendo humilhacoes e preconceitos.
Meus queridos amigos brasileiros, nao e com o proposito de assusta-los que escrevo assim. Quero somente mostrar o outro lado da moeda a voces. EUA nao e o mar de rosas que dizem no Brasil. Logicamente tem seu lado bom das coisas, mas os sacrificios sao muitos por aqui. Gracas a Deus eu tive uma outra realidade pois ao vir pra ca minha vida ja estava toda certinha. Mue marido me ajudou muito. Mesmo assim sinto muita falta do Brasil e ainda esse ano pretendemos ir morar no meu pais novamente.
Sei que muitos de voces ao lerem o que escrevi aqui, nao acreditarao. Por isso mesmo e que pensei muito antes de escrever, mas acreditei que seria bom alguem contar a realidade da vida dos brasileiros que vivem aqui.
Um abraco. Fiquem com Deus.
Leo.
Mora em Houston
EUA

Poucos minutos depois dessa historia ter sido publicada, Leonora recebeu este e-mail de um leitor, e respondeu. Achamos interessante incluir isso no texto:

---------------------------------------

Leo,
Gostei muito de sua historia. Você contou um fato, a
realidade.

Porém se voce quer voltar para o nosso querido Brasil,
seja muito bem vinda.

Mas por aqui os tempos são outros, informe-se antes
sobre os altos indices de violencia, a impunidade, a
corrupção generalizada, os impostos que não revertem
para o bem da população, etc, etc, etc.....

Venha sim, mas para visitar-nos, e antes de tomar a
decisão final de retornar confirme esta dura
realidade.

Um abraço e felicidades,
---------------------------------------------------------

Ola, tudo joia?

Voce tem razao, a realidade do Brasil tb nao e tao
boa. Existe muita violencia, injustica ,corrupcao,
etc, e creio que a maioria desses problemas sao
causados pela situacao financeira do pais.
Acho que os dois paises tem seus defeitos e vantagens.
No entanto o que quis esclarecer ao escrever sobre os
brasileiros que moram nos EUA e que nem tudo aqui e um
mar de rosas. No Brasil so se fala sobre o lado bom
dos EUA e esquecem de falar da dura realidade. Ao
escrever sobre os EUA, esqueci de mencionar tb sobre
os impostos e taxas que estao incluidos em tudo que
consumimos e que e descontado diretamente do nosso
contra-cheque todo mes. Como se isso nao bastasse,
todo ano o imposto de renda nos leva uma nota, a qual
deve chegar a uns 40% da renda familiar.
Esqueci tb de mencionar as consequencias de viver num
pais onde tudos sao controlados. Atos de violencia
entre adolescentes dentro da propria escola. Pessoas
que assassinam suas proprias familias e depois cometem
suicidio, enfim, atos causados pelo excesso de pressao
e stress, num lugar onde so o que se faz e trabalhar,
trabalhar, trabalhar e estudar, estudar , estudar.
Repare os noticiarios e vera que aqui sao gerados
psicoticos, paranoicos e frustados.
Bem, estou seguindo teu conselho em pesquisar bem a
vida no Brasil antes da minha volta definitiva.
Um abraco,
Leo.

-------------------------------------------------------------------------------------

Ola Leonora,

Parabens e ao mesmo tempo obrigada pela sua historia sobre a realidade dos Brasileiros aqui. Acho que ta na hora de acabar com a enganacao e mostrar mesmo a realidade deste Pais a todos os Brasileiros que acreditam fielmente que aqui nos USA eh a oitava maravilha.
Gostaria de ter lido o que voce escreveu antes de ter vindo pra ca, apesar de nao ter vindo pra trabalhar e sim pra estudar, mesmo assim, os cursos sao carissimos, e o curso de Ingles que tem nas escolas publicas 'e uma verdadeira piada!!! Ah, quando voce falou sobre os precos dos seguros de carros, eh bom dizer tambem que se paga uma fortuna apenas pelo seguro OBRIGATORIO que nao cobre absolutamente NADA!!!!, pago $ 100.00 por mes, me envolvi num acidente, perdi o carro tive que pagar hospital e o seguro nao pagou NADA, nem o Guincho pra retirar o carro, ate isto veio a conta pra eu pagar!!!! Pelo menos eh assim que funciona as coisas aqui na Florida, onde moro.
Qualquer dia escrevo sobre minha historia neste site, ou melhor sobre o caos que to vivendo aqui...
Mas enfim, minha intencao em estar escrevendo eh sobre voce voltar pro Brasil, olha, CLARO, que existe violencia, mas depende muito do lugar onde voce vai morar, eu sou do Sul de Curitiba, e posso dizer com certeza que la, voce pode ter a mesma qualidade de vida de um pais de primeiro mundo.
Se voce ainda nao voltou pro Brasil e quiser saber algo mais sobre como esta as coisas por la, me escreva, estou morando aqui nos USA 'a 6 meses mas sempre estou por dentro de tudo no Brasil. Assim como voce contou claramente como 'e a nossa vida aqui nos USA gostaria que voce tambem tivesse imformacoes claras como esta o Brasil.
Um grade Abraco
Simone Duda
e-mail: simoneduda@prodigy.net